terça-feira, abril 17, 2012

Um Abraço...

Um abraço...
É tudo o que preciso quando estás longe, acompanhado pelo teu toque, o teu beijo, o desejo.
É tudo o que me faz falta, o teu calor, o teu odor, o teu amor.

Um abraço...
Que se define como a minha estrela, o meu guia, o meu dia a dia.
Que se define como a minha âncora, o meu objectivo, como sobrevivo.

Um abraço...
Pudesse eu...sentir um todos os dias e não só nos nossos dias.
Pudesse eu...sentir um todos os dias como ar que respiro.

Um abraço...
Que me faça esquecer a tua ausência.
Que me faça esquecer o teu chegar tardio, o vazio.

Um Abraço...O teu Abraço
A minha lua, o meu chão, o meu coração,
O meu sol, o meu fogo que arde sem se ver.
Sim!!! O teu abraço constante...Aquele Abraço!!!

Abraço-te
(texto ao 2º concurso promovido por "good friends are hard to find", publicado com nº18)

8 comentários:

  1. Excelente participação no concurso do Sad eyes...

    ResponderEliminar
  2. Um abraço é sempre preciso e diz tanto...
    Um poema que nos acorda para o problema da ausência e dos equilíbrios precisos para a superar...

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Mais um belíssimo abraço.
    Agradeço mais uma vez a participação e divulgação.
    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
  4. Parabéns pelo belo e sentido texto...desejo muita sorte no concurso.

    Abraço-te

    ResponderEliminar

Abraço-Te